domingo, abril 14, 2024
HomeEconomiaVendas de materiais escolares pode chegar a R$ 236 por aluno em...

Vendas de materiais escolares pode chegar a R$ 236 por aluno em Caxias do Sul

Pesquisa de intenção de compras inédita da CDL da cidade também identificou que consumidores investirão R$ 295 em uniformes por estudante, além de R$ 231 por mês no transporte dos filhos para o colégio. Mais de 40% dos participantes devem adquirir produtos e serviços no início de fevereiro

Esta semana e a próxima devem ser de grande movimentação para os negócios voltados ao segmento de ensino. Papelarias, livrarias, lojas de uniforme e o setor de transporte devem sentir o grande fluxo de consumidores pelas ruas de Caxias do Sul.Um pesquisa inédita da CDL do município, realizada com 777 moradores da cidade, identificou que 76% das compras devem ocorrer entre o fim de janeiro (32,7%) e o início de fevereiro (43,4%).


O poder de compra dos consumidores, prejudicado pela alta da inflação, pode influenciar na decisão da escolha dos produtos e serviços relacionados à volta às aulas. De acordo com o estudo da CDL Caxias, neste ano o gasto médio, por estudante, em materiais escolares deve chegar a R$ 236,57, enquanto que em uniformes alcança R$ 295,63 por aluno. Já no serviço de transporte escolar, a projeção mensal é de R$ 231,80.


“Para 53,6% dos participantes, o investimento necessário para a aquisição de materiais escolares será maior neste ano em relação ao ano passado, e isso está diretamente ligado a alta da inflação. Um levantamento da Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares, por exemplo, mostra que o preço do material escolar está entre 15% a 30% mais caro no país”, contextualiza Cleber Figueredo, coordenador de Tecnologia, Informação e Inovação da CDL Caxias do Sul.


O consumidor já percebe esse aumento nos preços, e sinalizou no estudo que, apesar de querer adquirir tudo em um só lugar, pesquisa antes (62,4%) ou fraciona a compra em lugares onde encontra os produtos mais baratos (27,6%).


“Apenas 10,1% dos entrevistados disseram que compram em um só lugar sem pesquisar os preços”, complementa Figueredo.     

Pouco mais de 60% dos entrevistados vão adquirir materiais escolares e uniformes para apenas um estudante, enquanto 29,6% irão comprar para dois, 8,2% para três e 1,1% para quatro ou mais. No ano letivo, 76,8% estão matriculados em escolas públicas e 23,2% nas particulares.

Papelarias e livrarias lideram a preferência dos caxienses, com 86% das intenções de compras, seguida das lojas de departamento e dos supermercados. Crédito: Alencar Turella/CDL Caxias do Sul 


Quase 30% reutilizarão materiais escolares para economizar


Os efeitos da alta da inflação estão pesando no bolso dos consumidores. Para economizar, 28,9% dos entrevistados pela CDL Caxias disseram que irão reutilizar materiais escolares do ano passado e 26,2% afirmaram que não comprarão todos os itens solicitados pelas escolas. Outros 14% declararam que pesquisam os preços dos produtos em várias lojas antes de adquirir e 10,9% optam por materiais mais baratos.


Na hora da escolha, as papelarias e livrarias lideram a preferência dos caxienses, com 86% das intenções de compras, seguida das lojas de departamento (8,3%) e dos supermercados (3,1%). Entre os fatores decisivos para a escolha do local estão os preços atrativos (43,5%), atendimento (15,5%) e diversidade de produtos (14,7%).         

“Cerca de 57% dos pais ou responsáveis que foram entrevistados apontaram que a presença dos estudantes influencia nas escolhas. Inclusive, por este motivo, 18,6% deles revelaram que não levam os jovens juntos para a compra”, assinala o coordenador da CDL Caxias.


Uniformes e transporte na lista


Além dos materiais escolares, antes de iniciar o ano letivo, as famílias também devem adquirir uniformes e buscarão o serviço de empresas de transporte. Entre os participantes da pesquisa da CDL Caxias, 31,4% declararam que irão comprar uniforme novo, enquanto 34% afirmaram que utilizarão a mesma roupa do ano passado.


Assim como acontece em itens de papelaria e livrarias, os critérios para a escolha da loja são orientados por preço atrativo (48%), atendimento (22,5%) e qualidade dos produtos (16,7%). Já para a escolha da empresa que fará o transporte até o colégio estão a reputação do negócio (76,4%), o valor do serviço (21,3%) e a idade da frota dos veículos (2,2%).

Pouco mais de 40% dos participantes do levantamento revelaram que os estudantes irão caminhando até a escola, 25% com transporte dos pais ou responsáveis e 22,9% com veículo privado. Apenas 7,7% utilizarão transporte escolar público e 3,6% ônibus coletivo urbano. 

 Pouco mais de 31% declararam à CDL Caxias que irão comprar uniforme novo, enquanto 34% afirmaram que utilizarão a mesma roupa do ano passado. Crédito: Alencar Turella/CDL Caxias do Sul 

Sobre a pesquisa da CDL Caxias do Sul

A primeira Pesquisa de Intenção de Compras de Volta às Aulas da CDL Caxias foi realizada com 777 moradores de diferentes pontos da cidade, entre os dias 17 e 19 de janeiro de 2023. O levantamento tem índice de confiança de 95% e margem de erro de 5% para mais ou para menos. Com o lançamento, a Pesquisa de Intenção de Compras de Volta às Aulas passa a integrar o calendário oficial dos estudos das principais datas para o comércio local.

LOGO

Assessoria de imprensa CDL Caxias do Sul
MCom Comunicação (@mcomcomunicacao)
          
Camila Ruzzarin: camila@mcombr.com.br | (54) 9.9190.1392
Cassiano Farina: 
cassiano@mcombr.com.br | (54) 9.9937.9027            
Júnior Kugert:
 imprensa@mcombr.com.br | (54) 3538.3048

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments