quinta-feira, maio 23, 2024
HomeSustentabilidadeFalta de profissionais capacitados em inventários de carbono movimenta empresa caxiense especializada...

Falta de profissionais capacitados em inventários de carbono movimenta empresa caxiense especializada na área para lançar curso online 

Lacuna também abre espaço para quem quer apostar em uma nova profissão

 Diante uma agenda ambiental e climática se tornando cada vez mais integrada às operações diárias das organizações, as quais, dependendo do segmento de atuação, recebem diversas solicitações de reporte de suas emissões de gases de efeito estufa (GEE), e ainda fortalecida pela aprovação do PL 2148/15, em dezembro de 2023 na Câmara dos Deputados, que regulamenta o Mercado de Carbono no Brasil, é natural o reflexo no campo empregador ou na capacitação de profissionais para suprir as demandas nos atendimentos.  

A observação vem da especialista em projetos sustentáveis e inovações ambientais, Quelem Selau, com mais de 11 anos de experiência em inventários de carbono, atenta às movimentações da área. “A aprovação do PL 2148/15, que regulamenta o Mercado de Carbono no Brasil, um marco importante para a área, sinaliza um compromisso crescente com a mitigação das mudanças climáticas e a transição para uma economia de baixo carbono”, destaca. 

De acordo com a diretora técnica da APQ – Gestão para a Sustentabilidade, conforme a matéria do PL 2148/15, que tramita no Senado, terão algum tipo de controle as atividades que emitem acima de 10 mil tCO2e (toneladas de dióxido de carbono equivalente) por ano; já empresas com emissões entre 10 mil tCO2e e 25 mil tCO2e deverão submeter ao órgão gestor do SBCE um plano de monitoramento das emissões, enviar um relato anual de emissões e remoções de gases e atender a outras obrigações previstas em decreto ou ato específico deste órgão gestor. Atividades com emissões acima de 25 mil tCO2e por ano terão ainda a obrigação de enviar anualmente ao órgão gestor um relato de conciliação periódica de obrigações. “Embora em tramitação temos uma ideia da demanda que pode surgir de empresas buscando adequação por determinação de lei, sendo aprovada, e pela própria competitividade do seu negócio ”, reflete. 

    Profissionais em falta e curso online para capacitação 

Por outro lado, a escassez de profissionais qualificados para elaborar inventários corporativos de gases de efeito estufa e até mesmo conduzir auditorias de verificação dos inventários revela uma lacuna no mercado, que pode ser encarada como uma oportunidade para uma nova profissão ou para aprimorar habilidades em ESG (Ambiental, Social e Governança), diz Quelem. 

Para a gestora ambiental, a necessidade urgente de suprir as demandas dessa nova realidade, diante do que tem acompanhado, está mobilizando especialistas na área para capacitar talentos, visando preencher não apenas as lacunas do mercado atual, mas também as futuras. E é aí que a sua empresa, a APQ – Gestão para Sustentabilidade, com visão de demanda, planeja o lançamento de um curso online na área ainda em maio.

“De alguém que vivencia o segmento no cotidiano, até pelos atendimentos a nossa carteira diversificada de clientes, posso afirmar que é latente a necessidade do mercado na busca por profissionais do ramo.  Então, nada como trazer à luz essa realidade e promover algo que pode transformar vidas profissionalmente e ainda contribuir com um meio ambiente mais sustentável, equilibrado e próspero para todos”, destaca Quelem que, junto com o sócio e marido Paulo Bigolin, trabalha na organização da metodologia para o conteúdo integrando aulas práticas, contextualização do tema, legislação, identificação das principais fontes emissoras, quantidades de módulos e certificação. 

“Estamos em fase de desenvolvimento do projeto do curso, mas adianto que haverá uma prévia com aulas ao vivo nas redes sociais, para proximidade com quem quer saber mais sobre o assunto e o novo mercado que se abre, além de esclarecer dúvidas”, destaca. 

Na condição de prestadora de serviços na jornada da descarbonização, a partir dos seus atendimentos, Quelem constata que buscam por capacitação, os profissionais que atuam ou almejam trabalhar na área de sustentabilidade das empresas, na área de qualidade e em segurança do trabalho. Seguido de estudantes de áreas afins como engenharia ambiental, gestão ambiental e técnico em meio ambiente. 

Mais sobre a APQ Gestão para a Sustentabilidade  

Empresa de Caxias do Sul – RS, especializada em assessoria e consultoria para a implantação de sistemas de gestão para a sustentabilidade fundada e administrada pelo casal de empreendedores Paulo Bigolin e Quelem Selau. 

Dentre os serviços destacam-se os inventários de gases de efeito estufa, pegada de carbono, relatórios de sustentabilidade e treinamentos. A equipe conta com profissionais altamente qualificados, com experiência e constante aperfeiçoamento, proporcionando os melhores resultados nas áreas de atuação. Possui ampla rede de relacionamentos no mercado e parceria internacional com profissionais atuantes no Canadá e Portugal. 

Sobre Quelem Selau 

Especialista em Projetos Sustentáveis e Inovações Ambientais pela UFPR, Gestora Ambiental pela Uniftec, atua desde 2012 com inventários de carbono, foi a primeira consultora da região Sul a ser treinada pela ABNT-RJ em 2013 pelo Projeto ABNT – BID. Integra a equipe de coordenação como secretária do Movimento ODS, no Rio Grande do Sul. Auditora Líder para Verificação de Inventários de Gases de Efeito Estufa pela ABNT – RJ. Auditora Certificação ODS pelo Instituto ACIM, Maringá – PR. Atua no Núcleo de Consultoria da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias). 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments