quarta-feira, junho 12, 2024
HomeSegmentoIndústriaIrani avança no cumprimento das metas e compromissos ESG

Irani avança no cumprimento das metas e compromissos ESG

Propostas estão relacionadas às práticas de gestão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas

Uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil, a Irani avançou em 2023 para atingir as metas e os compromissos com o desenvolvimento sustentável e o cumprimento dos seis objetivos diretamente relacionados às ações de ESG – elevados padrões ambientais, sociais e de governança, fixados como meta pela companhia para o ciclo 2021-2030. Como signatária do Movimento ODS/SC, a empresa assumiu compromissos públicos atrelados às práticas de gestão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os seis compromissos assumidos pela Irani versam sobre – Saúde e Bem-Estar, Igualdade de Gênero, Água Potável e Saneamento, Energia limpa e acessível, Consumo e produção responsáveis e Ação contra a mudança global do clima – inspirados pelos 17 ODS da ONU. “O compromisso com a sustentabilidade e avanço dos objetivos propostos estão diretamente ligados às nossas ações ESG, dando mais um passo rumo ao desenvolvimento social e ambiental, econômico e de governança”, destaca o diretor-presidente Sérgio Ribas. “A preocupação com o meio ambiente está na essência de nossas atividades. Fabricamos produtos 100% recicláveis a partir de recursos naturais renováveis”.

Em relação à diversidade, a Irani já conta com 25% de mulheres no quadro funcional de 2.300 colaboradores e com 21% em cargos de liderança. No dois casos, crescimento de oito e de sete pontos percentuais, respectivamente. A meta da empresa é ter 40% de mulheres no quadro funcional e 50% de mulheres ocupando cargos de liderança.

Já sobre o consumo de água, a Irani reduziu em 10,54 metros cúbicos por tonelada produzida, uma queda de 1,03% no uso específico de água. Na meta de ser Autossuficiente em geração de energia renovável, a empresa já conta com 50% e consome 64% em energia renovável.

A companhia também registrou avanços na meta de zerar a destinação de resíduos não perigosos para aterros até 2030. No ano passado, houve uma redução de 4.960 toneladas em relação a 2022. Em 2023, 12.504 toneladas foram destinadas para aterros, uma redução de 28,4% na quantidade de resíduos enviados para o aterro industrial na comparação com 2022.

Já nas ações contra as Mudanças Climáticas, a Irani segue na meta de aumentar em  20% o saldo positivo entre emissões, remoções e saldo de Gases de Efeito Estufa (GEE). As emissões da companhia diminuíram em 2,9% em comparação com o ano anterior, com uma redução de 3,63% nas emissões diretas. Os 28.790 hectares de florestas plantadas e nativas em Santa Catarina foram responsáveis pela remoção de carbono da atmosfera o equivalente a 92.907 toneladas de CO2e.

Sérgio Ribas afirma que, como uma das principais indústrias do segmento de papéis para embalagens sustentáveis do Brasil, a Irani está focada em gerar impacto positivo ao meio ambiente e às comunidades onde está inserida. “Todos os dias aplicamos nossa energia para aprimorar boas práticas de gestão e gerar valor aos públicos com os quais nos relacionamos”, ressalta.

Sobre a Irani

Fundada em 1941, a Irani Papel e Embalagem é hoje uma das líderes do setor de embalagens sustentáveis no Brasil. Controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional grupo empresarial da região Sul do país, produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, além de resinas naturais de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade. Alinhada às boas práticas da economia circular, tem produção integrada às florestas próprias e utiliza energia autogerada. Conta com unidades produtivas localizadas em Vargem Bonita (SC), Santa Luzia (MG), Indaiatuba (SP) e Balneário Pinhal (RS), além de responder pela gestão de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC), tem em seus quadros mais de 2.300 colaboradores.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments