quinta-feira, maio 23, 2024
HomeSegmentoTecnologiaDa Serra gaúcha para o mundo: Pettenati impulsiona a tecnologia no setor...

Da Serra gaúcha para o mundo: Pettenati impulsiona a tecnologia no setor têxtil

A empresa têxtil de Caxias do Sul, que é destaque no mercado global e investe em inovações, também patrocinou espaço dedicado à Moda na 34ª Festa Nacional da Uva

Uma empresa fundada em Caxias do Sul há 60 anos é destaque nas Américas em seu setor. A Pettenati, que faturou o total de R$ 928,3 milhões no último ano, investe em novas tecnologias e processos, sem perder a identidade de uma indústria que teve berço na região da Serra Gaúcha. A empresa esteve presente na 34ª Festa Nacional da Uva, em Caxias do Sul, onde patrocinou um espaço exclusivo dedicado à moda, para destacar a importância econômica e cultural do setor. 

A Festa deu início às comemorações dos 150 anos da chegada dos imigrantes italianos à região. “A participação da empresa, na nossa área têxtil, na 34ª Festa Nacional da Uva, foi um orgulho e tem um significado muito grande. Compartilhamos uma conexão com a celebração da imigração italiana, um elo direto com a história de nossa família”, diz Ricardo Pettenati, CEO da empresa. A indústria foi fundada em 1964, pelo seu pai, Ottavio Pettenati, imigrante italiano, que iniciou uma indústria caxiense comprometida com a tecnologia, inovação, sustentabilidade e a comunidade.

“Participar da 34ª Festa Nacional da Uva foi uma excelente oportunidade para prestigiar nossos clientes e para os profissionais e suas famílias mostrarem orgulho de fazer parte da Pettenati, uma empresa com competitividade internacional que gera negócios significativos na região. Com isso, criamos senso de pertencimento em nossa equipe e devolvemos à comunidade um pouco do que recebemos”, destaca o CEO. 

Indústria 4.0: vanguarda da inovação no setor têxtil

A Pettenati avançou no conceito de Indústria 4.0, um pilar na estratégia da empresa, elevando-a à vanguarda da inovação têxtil global, com sistemas integrados de produção alinhados à filosofia de gestão lean manufacturing. “A empresa sempre esteve muito atualizada em inovação. Somos a primeira têxtil no Brasil a automatizar os processos, como a tinturaria, em 1992. Nos últimos cinco anos, expandimos a aplicação do conceito de indústria 4.0, com automação, digitalização, robotização e inteligência artificial em todas as áreas dos nossos processos produtivos, da tecelagem ao acabamento do tecido”, explica o CEO, Ricardo Pettenati.

O projeto mais recente, o Armazém Inteligente Pettenati, com investimento de R$ 18 milhões, é uma solução intralogística para o gerenciamento automatizado de estoque. Integrando tecnologias de smart manufacturing, gerou aumento de 45% na produtividade da expedição e ganhos de competitividade, otimização do tempo de entrega e de espaço físico, além de benefícios ambientais e ergonômicos.

No projeto completo de indústria 4.0, toda a operação a partir da revisão final do tecido é realizada por robôs AMR (Autonomous Mobile Robot), veículos autoguiados que movimentam os paletes com autonomia pelos corredores da fábrica, monitorados remotamente por câmeras de vídeo e sensores instalados em cada estágio logístico.

O Sistema de Carregamento Robotizado de Trailer movimenta a mercadoria desde a área de expedição até o posicionamento no veículo para transporte final ao cliente. Interligando a produção em todas as etapas, o software WMS (Warehouse Management System) faz o mapeamento prévio integral da cadeia logística com informações em tempo real. Assim, são organizados os fechamentos dos pedidos, com identificação e posicionamento do produto para o transporte final.

Foco na internacionalização

As peças e tecidos industrializados são, na maioria, direcionados ao mercado mundial. Os negócios com foco na internacionalização vêm desde a fundação da empresa. “A tradição de exportação, qualidade e compliance com os mercados internacionais sempre foram pilares da nossa estratégia de crescimento”, afirma Ricardo Pettenati.

A empresa expandiu fronteiras em 2008, a partir da unidade de produção em El Salvador, na América Central, consolidando presença global e aproveitando as oportunidades criadas por acordos de livre comércio, principalmente com os Estados Unidos, importante centro consumidor. “O nosso objetivo com a internacionalização, além da exportação, foi produzir fora do Brasil, levando novas tecnologias de tecidos de alta performance às marcas internacionais mais importantes do mercado esportivo e montanhismo. Assim, nos posicionamos à frente de nossos concorrentes, já que estas marcas são extremamente exigentes em relação à sustentabilidade de fornecedores”, diz o CEO. “Desta forma, nos tornamos a maior e mais moderna fábrica de tecidos de malha das Américas, líder no setor têxtil, atuando em parceria com as principais marcas do mundo”, acrescenta.

Cultura de ESG e presença comunitária

O CEO também destaca o compromisso da empresa com a responsabilidade social e de consciência ambiental que fazem parte da cultura da empresa, desde a fundação, refletindo-se em iniciativas de ESG (Environmental, Social and Governance – Ambiental, Social e Governança). Um exemplo apontado é a creche fundada em 1975 pela mãe de Ricardo, Francesca Pettenati, e que evoluiu para a Escola Tia Fran. Há também investimento em processos ambientais e o envolvimento com as comunidades onde a empresa está inserida.

“O maior investimento social é gerar oportunidade de crescimento profissional. Beneficia a comunidade e contribui para o desenvolvimento econômico e tecnológico de Caxias do Sul, que, nesta administração municipal, investe em promover todas as áreas econômicas da região, incluindo a têxtil e a moda”, afirma Ricardo Pettenati.  

Sobre a Pettenati SA

  • A empresa, que conta com três unidades fabris, sendo duas em Caxias do Sul e uma em El Salvador, alcançou faturamento de R$ 408,6 milhões no Brasil (2022/2023) e o total de R$ 928,3 milhões no mesmo período.
  • Conta com aproximadamente 1.800 colaboradores no total.
  • Fundada em 1964, é considerada a mais moderna indústria de malharia circular das Américas e uma grife no setor têxtil, atendendo a cerca de 1,8 mil clientes no Brasil, nos segmentos fashion, casual, esporte, active/fitness, praia e linha íntima.
  • Os tecidos da marca estão presentes, além do Brasil, nos demais países do Mercosul, América Central, América do Norte, Europa, África do Sul e Israel. 
  • A sede da matriz da Pettenati foi fundada em 1977, em uma área de 40 mil m², e uma edificação com 25 mil m². Nessa unidade fabril, estão concentrados os setores administrativos, diretoria, comerciais, tecnologia da informação, recursos humanos, compliance, governança, marketing, design e engenharia de produto. 
  • Em 2005, foi implementada na sede da matriz, a unidade de confecção Full Package de peças prontas Private Label, operando com o Sistema Lean Manufacturing, para confeccionar peças prontas de alta performance atendendo as grandes marcas esportivas do mercado nacional e internacional. Atualmente, a unidade tem capacidade para produzir, em média, 200 mil peças por mês.  
  • Em 1986, a Pettenati estabeleceu sua fábrica de tecidos em Vila Cristina, em Caxias do Sul, para produção média de 650 toneladas de tecidos de malha circular/mês, em 50 mil m² de área construída, seguindo padrões ambientais internacionais.
  • Em 2008, inaugurou a Pettenati Centro América, em El Salvador, uma fábrica verde, instalada com o mínimo impacto ambiental. Com uma área construída de 50 mil m², produz 850 toneladas de tecido por mês e gera 400 vagas diretas e mais de 10 mil indiretas
  • A Pettenati é signatária do Pacto Global da ONU, principalmente os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e tem o compromisso de manter uma cultura baseada nos princípios de ESG.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments