quarta-feira, junho 12, 2024
HomeSegmentoComércioAntecipação do 13º deve gerar 5% a mais em vendas no comércio...

Antecipação do 13º deve gerar 5% a mais em vendas no comércio varejista

Previsão é da Federação Varejista do RS; primeira parcela do benefício a aposentados injetará mais de R$ 33 bilhões na economia a partir desta quarta-feira

Na sequência das performances que têm animado o varejo brasileiro no primeiro trimestre do ano, o setor conta com um importante incentivo para manter a expectativa alta para os próximos três meses. A partir desta semana, o governo começa a pagar o 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS, trazendo um aporte à economia de R$ 33,68 bilhões apenas com o benefício da primeira parcela.
 

A antecipação do benefício vem num momento de comemoração. Neste mês, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que as vendas do varejo aumentaram 1% em relação a janeiro, superando a máxima anterior, registrada em outubro de 2020. No acumulado do ano, comparando o 1º bimestre de 2024 com o mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 6,1%.
 

Diante de tais índices, a chegada do 13º antecipado renova o otimismo da categoria. O presidente da Federação Varejista do Rio Grande do Sul, Ivonei Pioner, lembra que esse movimento do governo sempre impacta positivamente no comércio, trazendo um aumento nas vendas. “Em anos anteriores, a antecipação significou aumento de 5% sobre o desempenho do mês. Acreditamos que esse percentual seja muito próximo também nessa oportunidade”, projeta o dirigente.
 

Além do adicional em vendas, a antecipação deve significar um outro benefício para o setor. Pioner acredita que o dinheiro será empregado por muitos consumidores para saírem do negativado. Atualmente, quatro de cada 10 brasileiros têm dívidas em atraso, segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). “A antecipação traz um efeito direto na recuperação de créditos, já que muitos aproveitarão para quitar dívidas”, prevê. A preocupação com o crédito, inclusive, tem ganhado atenção. No Rio Grande do Sul, o número de gaúchos que recuperaram o poder de fazer novas compras cresceu 3,55% em março deste ano no comparativo com o mesmo mês do ano passado.
 

Ao todo, 33,5 milhões de beneficiários terão suas contas vitaminadas pelas duas parcelas do 13º. A primeira delas começa a ser depositada a partir desta quarta-feira, dia 24, com o calendário seguindo até o próximo dia 8. A segunda parcela será creditada entre o final de maio e início de junho.
 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments