domingo, junho 23, 2024
HomeEconomiaLevantamento trimestral da CDL Caxias aponta estabilidade na inadimplência do município em...

Levantamento trimestral da CDL Caxias aponta estabilidade na inadimplência do município em 2024

Com base nos dados do SPC, estudo registrou leve crescimento de 0,2% no acumulado do ano, somando 145.581 pessoas endividadas em março. Montante representa 35% da população economicamente ativa. Número médio de dívidas é de 2,46, com valor de R$ 5.209 por devedor. Caxienses entre 40 e 64 anos estão entre os mais negativados.

No acumulado do ano, o primeiro trimestre de 2024 apresentou estabilidade de 0,2% na quantidade de inadimplentes em Caxias do Sul, de acordo com a base de dados do SPC Brasil no município. Conforme números divulgados pela CDL Caxias, foram registrados, em março, 145.581 pessoas físicas negativadas acima dos 10 anos, ou seja, 35% da população caxiense considerada economicamente ativa.

O cenário aponta que o número médio de pendências por pessoa foi de 2,46 e o valor ficou em R$ 5.209 por cidadão negativado. A oscilação mensal de dívidas em atraso indicou alta em janeiro (1,16%) e quedas iguais em fevereiro e março (-0,24%). Os bancos acomodaram o maior volume de dívidas em atraso, representando 64,4% dos credores, seguidos por água e luz (11,4%), comércio (10,8%), serviços de comunicação (6,1%) e outros (7,3%).

O ligeiro crescimento de 0,2%, registrado no acumulado do ano, no primeiro trimestre de 2024, foi puxado pelo mês de janeiro, com 146.121 mil endividados, um acréscimo de 0,57% frente a dezembro de 2023. Em fevereiro e março deste ano foi registrado queda, de 0,28% e 0,09%, respectivamente, em relação aos meses anteriores.

Em comparação ao mesmo mês do ano de 2023, a variação mensal de endividados em janeiro registrou alta de 0,17% e quedas em fevereiro (-0,90%) e março (-2,80%). A oscilação das dívidas em atraso na comparação contra o mesmo mês do ano anterior, indicou elevação em janeiro (3,6%) e fevereiro (1,79%) e queda em março (-0,94%).

Na avaliação do Núcleo de Informações de Mercado da CDL Caxias no período houve oscilações consideradas comuns, em função de movimentos ocorridos em meses anteriores. Exemplo disso foi o mês de dezembro, que registrou grande redução de inadimplentes. Outro fator está vinculado ao período em que o lojista leva para acrescentar o devedor no SPC, até o prazo definitivo de o nome entrar para a lista como negativado.

A estabilidade da inadimplência em Caxias do Sul é decorrente especialmente do crescimento do emprego formal, quando em fevereiro de 2023 o estoque de empregos total ficou em 162.274, enquanto que em fevereiro de 2024 estava em 167.899, conforme dados do CAGED. A redução da inflação e da taxa básica de juros também influenciaram positivamente na estabilidade da inadimplência.

Entretanto, a quantidade de pessoal com dívidas em atraso ainda é alta, mas está dando sinais de retração. Visto que, ao olhar para os anos anteriores, em 2021 ocorreram quedas, mas 2022 foi um ano de altas quase consecutivas no número de inadimplentes. O ano de 2023 apresentou baixa e o mesmo se segue este ano.

Perfil dos inadimplentes

O cenário de Caxias do Sul indica que 44,2% dos não pagadores são mulheres, 43,6% homens e 12,2% não tem gênero determinado. A faixa etária de 40 a 64 anos tem mais pessoas endividadas (41,9%), mas entre 25 e 39 anos é a que possui mais quantidade de dívidas em atraso (43,8%).

Mais de dois terços das pessoas em débito têm dívidas há um ano ou mais. Destes, 23,2% estão com as contas atrasadas entre quatro e cinco anos e 19,5% entre 361 dias e dois anos. Enquanto, se analisar pelo valor das dívidas, aquelas que possuem entre dois e três anos, são as maiores, com média de R$5.762, seguida de 361 dias até dois anos com R$5.656.

Com o valor médio das dívidas de R$ 5.209 em março, o sexo masculino lidera com pendências que chegam a R$ 5.874, enquanto as mulheres registram R$ 4.924 e as pessoas com gênero não determinado R$ 3.899. Em janeiro a média foi de R$ 5.136, fevereiro apresentou R$ 5.131 – queda de 0,1% na comparação ao mês anterior -, e março R$ 5.209, alta de 1,5%.

Quanto ao valor das dívidas por faixa etária dos devedores, os caxienses entre 40 e 49 anos lideram com R$ 5.915, seguidos pelos que têm entre 30 e 39 anos com débitos de R$ 5.856. A maioria dos endividados (44,0%) possuem o valor da dívida entre R$ 1.000,01 e R$7.500. Enquanto que 36,7% tem dívidas com valores menores que R$1.000. E 19,3% tem dívidas com valores superiores a R$7.500,01.

Onde acessar o Cenário da Inadimplência

Os dados completos estão acessíveis no site da CDL Caxias, na seção Benefícios > Núcleo de Informações. A iniciativa visa contribuir para que os empresários tenham o diagnóstico de como está o endividamento local e as informações auxiliem na tomada de decisões, como nos prazos de pagamento que oferecem aos consumidores.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments