sábado, junho 22, 2024
HomeSegmentoNegóciosTokenização propicia a democratização de investimentos em energia solar

Tokenização propicia a democratização de investimentos em energia solar

Segundo a pesquisa Análise de Tamanho, Participação e Tendências do Mercado de Tokenização, realizada pela empresa de inteligência Grand View Research e divulgada em 2022, o segmento crescerá 24% anualmente e deve encerrar a década com faturamento de US$ 13,5 bilhões. 

Um dos usos mais promissores da tokenização é na energia solar, o que envolve a conversão dos direitos de propriedade ou de recebíveis de um projeto em tokens digitais que podem ser comprados, vendidos ou negociados em plataformas de blockchain. A principal vantagem disso é que é possível democratizar o acesso aos recursos para que pequenos investidores participem de projetos de grande escala.

As plataformas de blockchain facilitam o crowdfunding para tais projetos, envolvendo diretamente comunidades locais no financiamento e desenvolvimento de energia renovável. A natureza descentralizada da blockchain permite acesso global a oportunidades de investimento em energia solar, abrindo novas possibilidades para investidores em regiões com mercados financeiros menos desenvolvidos. 

Para consumidores, a tokenização torna a energia solar mais acessível e disponível, especialmente em áreas remotas ou em desenvolvimento, além de possibilitar modelos inovadores de propriedade compartilhada de sistemas, promovendo a sustentabilidade e o empoderamento econômico dos proprietários de tokens, que podem criar uma fonte de renda passiva.

A tokenização está revolucionando o acesso aos investimentos ao torná-los mais democráticos e líquidos. Antes, apenas investidores institucionais ou com grande capital podiam participar devido aos altos custos iniciais. Atualmente, a fragmentação do investimento permite que até mesmo investidores de menor porte tenham acesso a essas oportunidades, enquanto a possibilidade de negociação dos tokens em exchanges de criptomoedas oferece maior liquidez em comparação com os investimentos tradicionais em infraestrutura de energia.

A tokenização proporciona flexibilidade e potencial de rendimentos atrativos. Os investidores podem ajustar facilmente sua exposição ao setor e participar da inovação financeira, estando na vanguarda de novas formas de financiamento e investimento que podem remodelar os mercados de capitais no futuro.

Há, porém, alguns desafios regulatórios. Podemos citar as questões relacionadas ao licenciamento de projetos e complexidades legais em casos de disputas, especialmente se o empreendimento envolve várias jurisdições. No Brasil, isso pode ser mitigado com a regulação pelo Drex. 

Licenciamento e permissões específicas são particularmente desafiadoras, dada a possível falta de familiaridade das autoridades com a tecnologia blockchain. Para superar esse problema, é essencial buscar orientação legal especializada, colaborar com reguladores e desenvolver um quadro regulatório claro que apoie a inovação e proteja os investidores e o público.

Os riscos para investidores incluem a volatilidade do mercado de criptoativos, aspectos regulatórios (já que a regulamentação ainda está em desenvolvimento), tecnológicos (principalmente relacionado à segurança da blockchain) e a  própria  viabilidade técnica e financeira do projeto em si, que pode afetar a geração de receita e, consequentemente, o retorno sobre o investimento.

De toda forma, fica claro que a tokenização da energia solar pode ser um caminho interessante para aumentar a transparência, eficiência e acessibilidade do financiamento desses projetos. Com isso, espera-se maior integração com tecnologias emergentes, como a Internet das Coisas (IoT), para otimizar a produção e o consumo de energia. 

A descentralização financeira deve atrair número maior de investidores individuais, o que democratiza o acesso a investimentos em energia limpa. Além disso, a capacidade de rastrear a origem da energia renovável em tempo real poderá fortalecer o mercado de créditos de carbono e certificados de energia renovável, contribuindo para uma economia mais sustentável e com menores emissões de carbono.

*Daniel Eron Cavalcante é especialista em Blockchain na NAVA Technology for Business

Sobre a NAVA Technology for Business

Com mais de 28 anos de atuação, a NAVA Technology for Business fornece serviços e soluções de negócios e tecnologia, como plataforma de AIOps & Observability Strategy, Digital Strategy & Agile Development, Payments, Intelligent Outsourcing, Cloud & Infrastructure Solutions, Advanced Analytics & Automation e Cybersecurity. Assim, a NAVA inspira pessoas e empresas dos setores financeiro, de seguros, meios de pagamento, educação, energia, saúde, telecomunicações e varejo a transformar e impactar positivamente o mundo. Saiba mais em https://nava.com.br

Contatos para a imprensa

nava@rpmacomunicacao.com.br

Eduardo Ramos | (12) 98111-4505

Cassia Schittini | (11) 97732-0294

RPMA Comunicação

Tel.: (11) 5501-4655

www.rpmacomunicacao.com.br

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments