quarta-feira, junho 12, 2024
HomeSegmentoIndústriaA evolução do vinho brasileiro em forma de livro

A evolução do vinho brasileiro em forma de livro

Escrita por Irineu Guarnier Filho e publicada pela ABE, a obra ‘Avaliação Nacional de Vinhos – 30 Anos’ foi brindada por marcas parceiras

‘Só tem história na vida quem na vida faz história’. Através deste fio condutor, a Associação Brasileira de Enologia (ABE) entregou na tarde desta terça-feira, 22, no Salão Nobre da Prefeitura de Bento Gonçalves, a obra ‘Avaliação Nacional de Vinhos – 30 Anos’ aos representantes das 10 marcas que, junto com o escritor Irineu Guarnier Filho, assinaram a publicação que registra a trajetória do evento que se tornou o maior momento do vinho brasileiro e que documenta a evolução da produção nacional. Junto com a entidade, AGAS – Associação Gaúcha de Supermercados, Boulevar Convention, Chandon, Cooperativa Vinícola Aurora, Cooperativa São João, Famiglia Valduga, Miolo Wine Group, MPA Incorporadora, Prefeitura de Bento Gonçalves e Sindivinho RS – Sindicato da Indústria do Vinho do Rio Grande do Sul homenageiam cada personagem dessa história jovem, porém madura.

O presidente da ABE, enólogo André Gasperin, agradeceu cada patrocinador, ressaltando a importância de unir a força de marcas consolidadas em torno de um projeto que traduz a legitimidade de uma entidade formada por enólogos. “Nós, enólogos do Brasil, sabemos que todo vinho tem uma história e toda história merece ser compartilhada. A história da Avaliação Nacional de Vinhos orgulha não somente a Capital Brasileira do Vinho, mas todo o Brasil, e ela merece o nosso respeito e a nossa homenagem. Por isso, somos imensamente gratos a estas marcas que nos ajudam a dar ainda mais força para a imagem do vinho brasileiro”, destaca.

Em 200 páginas, o livro, rico em imagens – são quase 100 fotos que retratam os melhores momentos dos 30 anos da maior degustação de vinhos de uma safra do mundo -, pode ser comparado a ‘bíblia do evento’, por reunir detalhes dos bastidores e todas as informações de cada edição, desde a diretoria da ABE e Comissão Organizadora, até o Painel de Comentaristas, amostras selecionadas, homenageados com o Troféu Vitis e, claro, data, local, número de amostras e vinícolas e a evolução do público apreciador safra após safra.

A Avaliação nasceu pequena e despretensiosa, 30 anos atrás, no salão do CTG Laço Velho, em Bento Gonçalves, num dia de inverno em que flocos de neve caíam sobre a Capital Brasileira do Vinho. De lá para cá, o evento mudou algumas vezes de cidade, de formato, de data; enfrentou as turbulências da economia brasileira, as transformações do mercado vinícola global e até uma pandemia que parou o mundo, mas nunca deixou de ser realizada. E de crescer. Foram 30 anos aproximando pessoas, selando amizades, reforçando parcerias e fazendo o longe virar perto. Livre e independente de marcas comerciais, a Avaliação segue com a mesma bandeira e propósito de quando foi criada: promover, divulgar e ajudar o vinho brasileiro a evoluir.

Assinado por Gasperin, o Prefácio do livro resume um pouco do que foi e continua sendo esta aventura sensorial. “Elaboramos e maturamos a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo. Vimos ela nascer, crescer, amadurecer e se tornar o espelho do setor e ao mesmo tempo a referência necessária para seguir evoluindo. Ajudamos o brasileiro a descobrir o seu vinho. Mais do que isso, encontramos nossa identidade. Fizemos isso porque somos os enólogos deste continente de terroirs tão diversos – enólogos do Brasil, enólogos da Associação Brasileira de Enologia. Assim, nos unimos e evoluímos ao longo do tempo”.

A obra é uma realização da ABE, com produção da ConceitoCom Brasil, através da jornalista Lucinara Masiero, assessora de imprensa da ABE há 19 anos. Com edição de luxo, e tiragem de 1.300 exemplares, o livro também será disponibilizado em versão digital no site www.enologia.org.br.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments