Notícias

Práticas assertivas e inspiradoras foram tema do 4º Meeting de Consultores

19 de maio de 2017
Na sexta-feira (12.05), o Inspiramente, um dos braços do Grupo Aliar, reuniu profissionais no 4º Meeting de Consultores para compartilhar, de forma colaborativa e experiencial, insights e melhores práticas, essenciais para proporcionar uma vivência integrada, coesa e diferenciada aos clientes. O encontro ocorreu no San Carlo Business, em Caxias do Sul, contando com a presença de lideranças no segmento em busca de ampliação de conhecimentos e de consolidar a rede de relacionamentos. 
            No início da manhã a diretora do Grupo Aliar, Rosani Coelho, comandou o “Meetup: histórias de sucesso e melhores práticas da consultoria”. É uma ferramenta que permite aos participantes a troca de experiências, práticas e aprendizados das vivências  profissionais, seguido de compartilhamento das percepções de cada meetup . Na sequência, um “Quadro de Inspiração” foi montado, permitindo aos profissionais realizar uma análise sobre os desafios e oportunidades presentes em cada negócio, projetando quais as ações que almejam realizar a médio e longo prazo. “Estas duas ferramentas podem ser levadas para o dia a dia dos empreendedores com facilidade, ajudando no autoconhecimento e no planejamento das ações futuras”, destacou Rosani. 
 Na sequência, o professor do Departamento de Mercadologia da FGV-EAESP e Doutor em Administração de Empresas, pela FGV-EAESP e em Psicologia Social, pelo Instituto de Psicologia da USP, Nicolau André de Miguel, conduziu o tema “Insights estratégicos para Negociação e Vendas: como traduzir estratégias em ações efetivas e de sucesso”. O palestrante falou sobre a importância de colocar as necessidades do cliente no centro do processo de venda. “Não se pode esquecer que consultoria é prestação de serviços, o que significa relacionamento, operação e marketing. Esqueçam os pacotes, é preciso ouvir necessidades e customizar o produto”, enfatizou. 
Segundo o especialista, mais do que de atitudes, um bom negociador necessita de convicções. “Um consultor deve vender não apenas o seu serviço, mas também a percepção do porquê  ele é estratégico para a empresa. Ninguém briga para ganhar, mas todo mundo briga para não perder. A cocriação com o cliente gera compromisso e envolve mostrar ao cliente qual a perda ao não contratar aquele serviço”, ressaltou. 
Na sequência, uma mesa formada por lideranças empresariais dos setores da indústria, comércio e serviços apresentou suas experiências e percepções  no painel “O Poder da Negociação”. Formado por Sidimar Gotardo Remussi, presidente da Upman Organizações Têxteis; Pedro Henrique Zanella Toss, diretor administrativo da Doce Docê; e pelo sócio fundador e presidente da Promob, Vanderlei Buffon. O painel contou com mediação de Daiane Catuzzo e trouxe o ponto de vista do empresariado na hora da contratação de serviços. “A consultoria envolve uma mudança de processos na empresa que precisa ser cuidadosa e assimilada de maneira integral pela equipe para que tenha bons resultados após sua finalização”, ponderou Sidimar. Para Pedro é fundamental levar em conta o contexto e o ambiente da empresa, além de existir um planejamento que permita a visualização de todas as etapas do trabalho. “Na consultoria são necessários conhecimento técnico, execução, medição de resultados e mobilização da equipe. Sem esses pontos ela dará pouco resultado, mas quando se tem clareza deles o processo vai pra frente”, refletiu.Em suas contribuições durante o painel, Buffon destacou que os consultores que geram mais resultados são os atentos à cultura e ao dia a dia da empresa. “É importante escutar mais do que falar para entender qual o objetivo da pessoa que quer te contratar”, pontuou. 
O presidente da Volvo CE Latin America e da Cummins Japan, com experiência em gestão de empresas multinacionais e pós-graduado em Marketing & Propaganda (ESPM), Empreendedorismo (USP) e Gestão/MBA (SDE), Yoshio Kawakami, apresentou o tema “Da Essência à Ação: as tendências que moldam o futuro”. Segundo ele, o cargo e a área de atuação influenciam na maneira como você vê a organização: a sensibilidade de ver se as pessoas estão bem é função do gerente, já ao diretor deve identificar as boas práticas na empresa. Para ele, na preparação para chegar a uma segunda carreira, networking é quase tudo, experiência só tem valor se for convertida em conhecimento e vender é a missão de todos os negócios. Como muitas novas profissões serão criadas, haverá número reduzido de profissionais especializados e muitas atividades técnicas e analíticas, a diversidade nos fragmenta. A partir daí, as organizações devem ter estruturas mais leves, com terceirização. Ele ressaltou que o novo cenário para os consultores é de um contexto de alta complexidade e exige novos conhecimentos, habilidades e competências. A capacidade de analisar o contexto e projetar o futuro, tratando as mudanças imediatas de acordo com as tendências futuras. 
             Após, Daiane Catuzzo apresentou como funciona o Grupo Aliar, destacando o Integramente, Desenvolvimento Integrado de Consultores e Facilitadores. Após, ocorreu o momento “O que aprendemos”, com Rosani Coelho, que fez um resgate de tudo o que foi visto durante o encontro. 
  O Grupo Aliar já capacitou mais de 600 consultores em todo o Brasil e é pioneiro na realização do encontro de consultores, se constituindo em um disputado e frutífero espaço de aprimoramento. O 5º Meeting  já tem data marcada:  6 de julho de 2018. 
voltar


SAC

CNPA Comunicação e Eventos

Rua Garibaldi, 165 - Pio X - Caxias do Sul RS
CEP 95080-190
Fone: (54) 3535.7070