Notícias

Exportações gaúchas de móveis acumulam queda de quase 15%

05 de novembro de 2015
O saldo das exportações gaúchas de móveis é negativo no acumulado do ano, até o mês de setembro. A retração chega a -14,6%, no comparativo com o mesmo período de 2014. Alguns dos tradicionais compradores do mobiliário fabricado no Rio Grande do Sul vêm diminuindo o volume das importações no decorrer do ano: o Panamá registra queda de 21,6%, seguido pelo Uruguai, com negócios 13,5% menores e pelo Chile (-11%). Os indicadores mostram, também, recuperação nas vendas para a Argentina: de janeiro a setembro a alta foi de 24,6%, embora as exportações para esse pais correspondam a apenas 4,6% do total.
 
O Rio Grande do Sul responde, atualmente, por 29,69% das exportações de móveis brasileiros, atrás de Santa Catarina, cuja participação é de 34,61%. Na contramão dos resultados desfavoráveis, o estado vizinho registra crescimento de 2,5% nas exportações realizadas em 2015 em relação ao mesmo período do ano anterior. Em valores absolutos, a diferença ultrapassa os US$ 20 milhões (SC exportou US$ 158.754.202 contra US$ 136.202.608 do RS no acumulado do período). Juntos, RS e SC respondem por 64,3% das vendas de móveis para o exterior. Na sequência aparecem os estados do Paraná (13,43%) e São Paulo (11,78%).
 
Os dados foram divulgados no relatório de exportação contabilizado pela Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs), em conjunto com o Centro Gestor de Inovação (CGI Moveleiro) com base nos dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
 
voltar


SAC

CNPA Comunicação e Eventos

Rua Garibaldi, 165 - Pio X - Caxias do Sul RS
CEP 95080-190
Fone: (54) 3535.7070